quarta-feira, março 21, 2007

Sem título



Amorfo e inerte, vagueio por pensamentos vagos,
Relembrando os dias áureos, repletos de cores e emoções...
Dias em que a felicidade imperava no meu ser
Qual senhora soberana, repleta de bondade e serenidade,
Cuja sua mão me embalava em suaves movimentos de paz.
Dias que se escaparam pela linha de um tempo estóico
Indiferente aos caminhos por onde passa
Severo e vil a quem o quisesse enfrentar.
Dias que tomaram a minha memória fazendo-a sua prisioneira
Condenada ao eterno e doloroso recordar,
Que vai torturando o meu debilitante ser,
Fazendo-o implorar cada vez mais pela sua libertação.

Foto tirada por Miguel Cruz

7 Comments:

Anonymous sara said...

Maravilhoso

22 março, 2007 00:23  
Blogger Ana said...

parabens!! esta muito bonito!escreves muito bem!
bjss

22 março, 2007 10:12  
Anonymous Sara said...

A musa será sempre a "musa"!

22 março, 2007 22:26  
Anonymous Anónimo said...

Ó pá ...
Isto não é para a tua idade ...
Ganha mas é juízo e assenta os pés na terra ...

A sério agora ... está impecável ... parabéns ...

27 março, 2007 17:21  
Anonymous anne said...

Um belo recordar,cheio de cores e emoções. Quando o passado foi bom, o presente fica carregado de ancestralidade. Quando estamos presos as recordações, nossos passos ficam lentos enquanto o mundo gira velozmente, mas talvez a pureza dos verdes anos levem-nos a esse estado de recordação.
Foi bom passar, é sempre bom andar por lugares como o teu. Visito-te pela primeira vez e saio encantada com tuas palavras. Bjus
Anne
http://www.anne_voce.blogger.com.br

17 abril, 2007 19:51  
Blogger a ALMA das IMAGENS said...

A vaguear pelo universo dos blogues... te encontrei.
Amei.
Prometo que voltarei.
At� J�!!....

11 novembro, 2007 14:17  
Blogger vsuzano said...

Encontrei este blog quando pesquisava para voltar a reler um artigo sobre o peso da alma...Gostei de ler...

Abraço

23 novembro, 2007 09:42  

Enviar um comentário

<< Home