sexta-feira, maio 26, 2006

Amante


Não sou poeta que escreve lindas poesias e que num só verso encanta as pessoas expondo-as aos mais maravilhosos sentimentos e emoções.
Não sou pintor que cria maravilhosas telas, expondo a sua criatividade ao mundo em mil e uma cores e mil e uma formas, fazendo-nos deliciar com as suas obras.
Não sou cantor, que canta as mais belas canções, que nos hipnotiza com a sua voz melodiosa e com os seus ritmos alegres.
Não sou escultor que esculpe as mais belas esculturas retratando ao pormenor os mais leves contornos e saliências e que nos espanta com a sua imponência.
Não sou poeta, pintor, cantor ou escultor, simplesmente sou um amante, um tolo apaixonado por uma deusa, um comum mortal que fica encantado com a tua magia e o teu encanto, um servo que te idolatra e te coloca num pedestal, mas principalmente sou só um homem que te ama e te quer até ao fundo da minha alma.

4 Comments:

Blogger Ricardo said...

Como o AMOR é tal belo...

27 maio, 2006 14:05  
Blogger A. Sayago said...

adorei!nunca desistas do que te faça feliz, do que te faça sentir bem.... e continua a escrever pk tens jeito ...
bjsssssssss grandes com saudades

01 junho, 2006 17:33  
Blogger João Da Cal said...

É agradável aos sentidos, mas acredito que seja ainda mais para quem o sentiu, antes de escrever!
Um abraço! Já sabes...

02 junho, 2006 12:33  
Anonymous Sara said...

Simplesmente maravilhoso...parabéns ao autor e, sem dúvida, à musa inspiradora digna de tão nobre homenagem

08 janeiro, 2007 16:37  

Enviar um comentário

<< Home